BLOG

Como ler rótulos de alimentos corretamente e por que isso é importante?

7/03/2017 - Dicas nutritivas

Como fazer a leitura de rótulo dos produtos

Os alimentos são nossas fontes de nutrientes e vitaminas. Por isso, é tão importante saber ler rótulos de alimentos corretamente. Afinal, é pelo rótulo que você analisa a qualidade do produto que consome e descobre quais são seus nutrientes.

Será que você sabe realmente como ler os rótulos e qual é a importância desse hábito? Neste post, vamos explicar tudo isso e muito mais! Continue lendo!

Analisando os rótulos de alimentos corretamente

Se você deseja manter a saúde em dia e preza por uma dieta equilibrada, é preciso saber quais as propriedades dos alimentos que consome.

Por isso, em cada produto que você compra, há um rótulo com informações nutricionais. É nele que devem constar a quantidade de sódio, fibras, carboidratos, proteínas e gorduras do alimento. Também é necessário que esse rótulo apresente valor energético, porção, medida caseira e percentual de valores diários (%VD) de cada porção.

No rótulo deve ser destacado também todos os ingredientes dos produtos, já que algumas pessoas podem ter alergias e intolerância a algum nutriente, vitamina ou corante.

Para que você saiba como analisar essas informações, a seguir explicaremos cada uma delas:

Sódio

O sódio é um dos maiores vilões da alimentação saudável. Ele está presente no sal de cozinha e em boa parte dos alimentos industrializados, como salgadinhos de pacote, embutidos e molhos prontos.

Quando é utilizado em excesso, aumenta a pressão arterial e provoca a retenção de líquidos. Por isso, fique atenta à quantidade de sal dos produtos que consome!

Fibras

As fibras, por sua vez, devem ser consumidas sempre! Elas são fundamentais para o funcionamento do organismo, já que controlam as taxas de colesterol e glicemia no sangue e ajudam na saciedade, ou seja, fazem você perder peso e melhoram a função intestinal.

Carboidratos

Os carboidratos são considerados, muitas vezes, os vilões das dietas, e se tornaram muito temidos pelas pessoas que desejam perder peso. No entanto, eles são absolutamente fundamentais, pois são as moléculas que te dão energia e permitem que seu corpo mantenha as atividades vitais.

Proteínas

As proteínas têm uma importante função no organismo: são elas que servem de matéria-prima para a construção e reconstrução das células. Elas desempenham papel de defesa e hormonal, além de oferecer energia ao corpo.

Gorduras

É importante lembrar que nem todas as gorduras são ruins para o organismo. Existem aquelas provenientes do coco, nuts e abacate que os consumidores não precisam temê-las. No entanto, é necessário ter a atenção em relação ao consumo de gordura.

Em 2005, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma nova lei em relação a rotulagem dos alimentos. Assim surgiu a necessidade de uma versão mais atualizada da pirâmide alimentar brasileira, a qual determina que cada pessoa deva consumir apenas uma porção diária de gordura.

As gorduras aparecem nos rótulos dos alimentos como gorduras totais, saturadas e trans. As gorduras totais são boas fontes de energia. Elas ajudam a absorver as vitaminas A, D, E e K. O valor que você encontra nessa seção do rótulo do alimento mostra a soma de todos os tipos de gorduras (boas e ruins).

As gorduras saturadas são aquelas que encontramos em alimentos de origem animal, como pele de frango, queijos, leite integral, manteiga e carne. É bom ficar de olho em relação a essa gordura — se elas forem ingeridas em maior quantidade, poderão trazer problemas à saúde, já que elas contêm colesterol, que é considerado um grande vilão na dieta alimentar.

Entretanto, deve-se ressaltar que elas também desempenham um papel importante no organismo, pois além de constituírem 50% das membranas celulares, as gorduras saturadas dão integridade e firmeza as células.

Um outro benefício da gordura saturada é que ela diminui uma substância no sangue chamada Lp(a), que indica que a pessoa tem tendência a desenvolver problemas cardíacos.

A gordura saturada, consumida em pequenas quantidades diárias, também protege o fígado contra toxinas e o efeito do álcool.

Já as gorduras trans são as mais temidas pelos nutricionistas e médicos em geral. Fique bem longe delas!

Valor energético

O valor energético é o que o corpo humano produz como energia por meio de carboidratos, gorduras totais presentes e proteínas em uma porção de alimento. No rótulo, esse valor é expresso na forma de quilojoules (kJ) ou quilocalorias (kcal).

Porção

A porção é a quantidade ideal de alimento que deve ser consumida para que você tenha uma dieta saudável. Essas quantidades são definidas por especialistas. Elas aparecem no rótulo em mililitros ou gramas. É importante prestar muita atenção no valor de uma porção, pois ela é a base para todos os dados presentes.

Medida caseira

A medida caseira é aquela que o consumidor utiliza para medir os alimentos, como colheres de sopa, copos, fatias, unidades e xícaras. Essa medida é uma referência de quantidade padrão e serve como referência na hora de analisar as informações nutricionais que estão nos alimentos.

% VD

A média de consumo calórico diário para a população brasileira adulta saudável é de 2000 kcal. Essa foi a base estabelecida para o cálculo e o percentual de valores diários (%VD), que indica a relação entre as calorias de um alimento e o consumo necessário para um dia.

É importante ter em mente que as necessidades diárias variam de acordo com as características de quem consome o produto, como a idade, se pratica ou não atividade física e estado de saúde. Sendo assim, o percentual calórico indicado não é regra, e o valor exato varia para cada pessoa.

Fazendo uma boa leitura dos rótulos

Agora que você já sabe o que significa cada item presente nos rótulos dos alimentos, que tal aprender a ler os rótulos de alimentos corretamente? Siga nosso passo a passo:

1. Preste atenção aos ingredientes

O primeiro ingrediente que vem na lista do rótulo é o que está em maior quantidade no produto. Portanto, consuma com moderação os alimentos cujos primeiros ingredientes sejam açúcares ou gorduras. Maltose, glucose, sacarose e dextrose são alguns dos vários nomes que os açúcares podem levar em um rótulo!

2. Esteja atenta ao valor calórico dos alimentos

Dê preferência aos alimentos com menor densidade calórica. Alimentos com mais de 400kcal por porção provavelmente serão prejudiciais.

3.  Verifique a quantidade de gordura

O ideal é que, para cada 100 gramas de produto, você encontre valores inferiores a 10 gramas de gorduras ou lipídios. Verifique no rótulo a quantidade de gorduras saturadas, hidrogenadas ou trans. Escolha alimentos com pouca quantidade dessas gorduras ou que não as possuam.

4. Prefira alimentos mais simples

Ao analisar a lista de ingredientes dos alimentos, opte por aquele produto com uma lista reduzida e simples. Alimentos com menos aditivos são menos processados e mais saudáveis.

5. Fique de olho nas substâncias dos alimentos

É importante saber, ainda, que ao ler o rótulo é possível se deparar com nomes de algumas substâncias que não são conhecidas. No entanto, para que você não se engane com o produto que irá comprar, a dica é sempre pesquisar esses nomes antes de adquirir o alimento.

Substâncias como polidextrose, por exemplo, não são ruins. Pelo contrário, essa substância é simplesmente uma fibra solúvel natural que traz benefícios ao funcionamento do organismo.

6. Evite alimentos com corantes, espessantes e aromatizantes sintéticos

Um outro passo é evitar todos os alimentos que contém corantes, espessantes e aromatizantes sintéticos. Os que possuem conservantes químicos também não devem ser consumidos, já que trazem muitos problemas à saúde, principalmente àquelas pessoas que têm algum tipo de alergia a composição.

Agora que você já sabe a importância de ler os rótulos de alimentos corretamente, saberá se o produto que está consumindo é saudável! Tudo que as pessoas precisam é de um alimento nutritivo e de qualidade para manter a saúde e a boa forma em dia. Portanto, prefira alimentos saudáveis, com pouco sal e menos gorduras. Saiba escolher bem seus produtos! Aproveite também para nos seguir nas redes sociais e continue em contato com conteúdos como este!